quarta-feira, 25 de março de 2009

Sociedade e Natureza na Formação Nacional brasileira

A formação do sistema solar, com seus planetas, satélites, asteróides, cometas e etc... Configura-se com o Planeta Terra sendo o Terceiro Planeta mais próximo do Sol, cujas condições ambientais ao longo de sua evolução, permitiu a existência de vida na biosfera, interagindo com o meio ambiente e assim reciprocamente modelando a face do planeta ao longo das eras geológicas. "Resumo Retirado da Aula do dia 12-03-09".
Levando em consideração o contexto histórico para poder entender o extrato geográfico que está presenta na superfície enquando os recursos naturais e humanos, servem para exemplificar a existêmcia da vida que o próprio homem desenvolveu para que pudesse sobreviver no Planeta
A concepção de espaço geográfico se constitui em uma totalidade, onde suas partes se relacionam a todo o momento. Isso acaba por gerar a configuração das redes.
O solo é elemento fundamental, de síntese, que ajuda a compreender sobre a expansão da vida, que surgiu na terra a cerca de 3 bilhões de anos atrás. Essa cobertura vegetal uma vez surgindo, junto ao fitoplancton, é a base para que a vida acontecesse. Ora, as florestas e o fitoplancton são importantíssimos, pois ajudam na formação de oxigênio.
Percebemos que a interação entre os componentes da terra é muito mais complexa do que imaginamos. Com isso, não deve-se apenas ficar na percepção dos fenômenos estáticos, analisa-los criticamente e de extrema relevância para que os geógrafos possam entender a dinâmica global.
A criação da rede geográfica nasce da necessidade de se criar uma ordem entre os seres humanos. Com o nível de civilização aumentado gera a criação do espaço geográfico, juntamente a necessidade de interdependência entre eles.
Isso acaba por gerar o entendimento da tabela geológica. Simplificadamente a origem do planeta surge a 5 bilhões de anos, no período arqueano.
As grandes mudanças planetárias são decorrentes da ação antrópica, uma vez que o homem é responsável pelo aquecimento global, neste aumento o homem lança na atmosfera o dióxido de carbono proveniente da queima de combustíveis fósseis, principalmente o petróleo e o carvão mineral e acaba acelerando o efeito estufa.
É importante no nosso macro ambiente, o Brasil, cujo, deve ser entendido geologicamente, através da formação de três complexos estruturais rochosos e que condicionam reciprocamente com a circulação de massas de ar, com a formação e comportamento das redes hidrograficas e a formação dos solos continentais. Temos a dorsal atlântica e os Andes a Antártida que influenciam o nosso clima, uma vez que as massas de ar saem do continente gelado e atuam na América do Sul, principalmente na região sul do país. Portanto, a posição geográfica influencia bastante nos domínios naturais, e o espaço vital é limitado para a sobrevivência humana.

Fonte: Aula de Macroambientes, ministrada pelo professor Doutor João Philipe Santiago, e elaboração efetuada pela equipe, baseada nas aulas de macroambientes dos dias 18/03/09 a 24/03/09 do 5º de Geografia Noturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário